Safáris

Países

A Wilderness Safaris opera lodges e safaris em Botsuana, Quênia, Namíbia, Ruanda (2017), África do Sul, Zâmbia, Zimbábue e Seychelles. A partir da super árida Namíbia até o mosaico de savana de grande parte dw Botsuana, Zimbabwe e Zâmbia, e a enorme variedade de cenários da África do Sul e Quênia , o continente Africano é extremamente diversificado e emocionante.

Embora a África do Sul orgulha-se de uma das cidades mais lindas do mundo, a Cidade do Cabo, ela é conhecida também como “um mundo num único país”. Num território em forma de “pote”, onde dois oceanos se encontram, existe uma riqueza de diversidade, de floresta tropical a deserto, de savana a montanha, e todo o tipo de vida que habita nesses locais.  

Botsuana é composta predominantemente pelo Deserto Kalahari, no qual se encontra o Okavango Delta, um pantanal azul turqueza maravilhoso considerado como a mais incrível fauna e santuário ecológico natural da África. Esse mundo aquático dinâmico contrasta-se com um ecosistema impelido por estímulos diferentes na região de Linyanti no norte do país e com a vasta expansão da Central Kalahari Game Reserve (Reserva de Caça Kalahari Central) no centro.

Namíbia é famosa por suas amplas paisagens, uma ambundância de espaço para se banhar ao sol numa provisão infinita de céu azul e noites estreladas. Embora a Namíbia seja o país mais seco ao sul do Sahara, existe uma abundância de vida: das elevadas dunas Sossusvlei ao sul, aos animais selvagens do Etosha no norte. Os Himbas, uma das últimas tribos nômades autênticas do mundo, ainda vivem por lá de maneira tradicional. 

Situado na linha equatorial da África Oriental, o Quênia deve o seu nome ao Monte Quênia, o segundo maior pico montanhoso do continente africano. Juntamente com o Lago Victória, o segundo lago de água doce maior do mundo, o país é famoso pela sua biodiversidade, preservada em reservas plenas de vida selvagem. Intermináveis planícies de savana e desertos áridos e ressequidos são interrompidas por montanhas frescas e florestas equatoriais. A linha cênica da costa possui a atmosfera de uma ilha paradisíaca, salpicada de coloridos recifes de coral.

Ruanda é um pequeno pais escondido no centro da África conhecido por terras montanhosas e  terreno acidentado, é chamado de “Terra dos Mil Montes”. As lendárias “Virunga Mountains” abrigam vulcões, trechos de florestas e a metade da população em extinção do mundo de gorilas. Apesar de seu passado traumático, em razão do genocídio de 1994, Ruanda é conhecido pela sua corajosa reconstrução e é agora um estável, bem gerido e unido país com o turismo em pleno crescimento.

Na costa Leste da África encontra-se uma aglomeração de 115 ilhas que formam a República de Seychelles, um ‘paraíso das ilhas tropicais’. Praias com areias brancas finíssimas circundadas por palmeiras estão lado a lado aos brilhantes e coloridos atóis de coral,  enquanto os picos de granito se sobressaem em meio a florestas verdes no topo das montanhas. 

A Zâmbia é um país extenso, cordial e pacífico que possui uma magnífica vida selvagem, área remotas para a realização de safaris e encontros culturais memoráveis. Localizado no coração da África, o país tem uma população muito pequena concentrada pouca região, o que quer dizer que ainda tem muito a descobrir em seus territórios ainda intocados. 

Zimbábue é abraçado por dois importantes rios africanos, o místico e perene Zambezi e o ‘grande verde cinzento’ sasonal Limpopo. Entre esses dois cursos volumosos de água existe uma riqueza de cenários, remanescentes de civilizações antigas e fantástica vida selvagem.